Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Postado em:

Quando surgiu a ideia de refrigerar?

Como tudo começou

Quão bom é poder armazenar e estocar gêneros alimentícios perecíveis de forma prática e eficiente. Graças aos refrigeradores, a exemplo das geladeiras e frigobares, as verduras, legumes, laticínios, bebidas e outros podem ser conservados e transportados sem perdas significativas de suas propriedades.

Mas o homem nem sempre contou com esta tecnologia. Neste artigo centralizaremos nosso foco para responder as seguintes perguntas:

    • O que se fazia antes do aparelho de refrigeração?
    • Como e quando surgiu a ideia?
    • O que impulsionou o seu surgimento?
    • Por que é tão importante para nós hoje?

A conservação arcaica

Podemos imaginar o quão difícil era no período que compreende a Antiguidade e, a sua sucessora, Idade Medieval. A maioria dos gêneros alimentícios eram consumidos imediatamente, a exemplo do leite, pois do contrário suas propriedades físicas os tornavam “intragáveis” para consumo no dia posterior. Estabelecimentos e residências começaram a ser construídos em regiões mais gélidas para estender este prazo.

Mas se acaso houvessem fatores que impossibilitavam a construção de estabelecimentos e residências em regiões gélidas? A solução veio por construir pequenos buracos e, posteriormente, na construção de caixas de madeira revestida por zinco e/ou outros materiais isolantes sendo preenchidas por gelo ou neve. Surgiu assim, no século 19, o “homem do gelo” – profissionais que extraiam gelo e realizavam as entregas. Era possível agora armazenar os alimentos por quase uma semana.

Assim surgiu o homem do gelo: profissionais que extraiam e realizavam as entregas

Com o avanço da tecnologia, da ciência e da medicina a iminente explosão demográfica exigiu soluções mais eficientes quanto a conservação dos alimentos. Tendo isso em mente o cientista Francis Bacon realizou experiências cientificas que foram comprovadas com o descobrimento do telescópio em 1683. As bactérias e os fungos, responsáveis pela deterioração dos alimentos, se multiplicavam rapidamente às temperaturas superiores a 10°C. Munido destas informações o químico britânico William Cullen começou a estudar formas de obter gelo um século depois. Suas positivas experiências e pesquisas foram continuadas por Gérard Nairne mas somente em 1866 surge o primeiro equipamento para o arrefecimento de garrafas com líquidos – criado por Edmond Carré.


As primeiras máquinas

Jornada ao refrigerador

Em 1805 foi patenteado, nos Estados Unidos, uma máquina cujas as funcionalidades compreendiam a compressão de éter para a retirada do calor da água obtendo o gelo. Embora tenha sido patenteada o seu uso veio a ser notado somente 50 anos depois. Mas isso não foi um empecilho para Jacob Perkins em 1834. Graças ao invento da bomba de vácuo o éter, antes desperdiçado após retirar o calor da água, pode ser reaproveitado em um circuito fechado – surgiu assim a primeira máquina de produção de gelo.

Nos anos seguintes houve muito empenho de muitos estudiosos e cientistas para o aprimoramento destas máquinas. Princípios foram modificados, gases foram testados e a eficiência energética melhorada proporcionando a criação, no ano de 1876 em Londres, da primeira pista de patinagem sobre o gelo. Tal ano também foi marcado pela primeira expedição marítima, munido de alimentos conservados por refrigeradores, entre a Argentina e Europa. Por fim, embora Karl Van Linde tenha desenvolvido o primeiro refrigerador doméstico (1879) o refrigerador Domelre foi o pioneiro no fabrico industrial em série e amplamente distribuído à partir de 1913.


Considerações finais

É impressionante quando notamos que o principal aparelho encontrado na maioria, se não na totalidade, de todos os lares do mundo só veio a existência há praticamente 85 anos. Em nosso cotidiano sempre nos deparamos com equipamentos destinados à refrigeração: geladeiras, frigobares, ar-condicionado, quiosques e etc.

Certamente os avanços não vão parar e equipamentos mais sofisticados contribuirão para uma maior eficiência com os menores impactos ambientais possíveis. E então? Olhará para o seu fiel amigo e companheiro refrigerador com os mesmos olhos quando tomar aquela água gelada? Não deixe de comentar!

Você sabia?

E quanto ao Brasil? Quando surgiu o primeiro refrigerador? Esta história é bastante interessante! Em Brusque, Santa Catarina, dois jovens se ocupavam realizando manutenções de aparelhos domésticos, bicicletas e fabricando anzóis. Em um certo dia eles se depararam com um desafio: consertar uma geladeira importada que não funcionava mais. Tamanho foi a curiosidade que resolveram estudar o princípio de funcionamento da máquina e se perguntaram: Porque não fabricar uma semelhante? E artesanalmente eles criaram um aparelho com o mesmo princípio de funcionamento mas fazia uso do querosene para funcionar. Decidiram firmar as suas bases, projetar e abrir uma companhia denominada Consul que atua até os dias de hoje.