Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Postado em:

Restaurantes pet-friendly: diferencie-se e fidelize clientes!

Ser um restaurante pet-friendly é um diferencial importante. Veja as dicas ao adotar essa cultura e os requisitos para um bom funcionamento.

Cada vez mais vemos os animais de estimação acompanhando seus donos para todo lado, com maior presença em locais públicos.

Hoje em dia já tem praticamente tudo – desde produtos de beleza até alimentos – na versão pet, pois os peludos são tidos como membros da família quase em todas as casas.

Pet no restaurante

Com isso, as refeições, que se incluem nos momentos de lazer, também merecem ser acompanhadas pelos pets da família.

A Cultura Pet-Friendly nos restaurantes

A adesão dos restaurantes pet-friendly já é muito comum em vários lugares – países e cidades – e nada mais é do que uma mentalidade aberta junto com uma boa estrutura para evitar desconfortos.

Isso faz com que os bichos de estimação acompanhem seus tutores até mesmo na hora de comer.

Claro que você deve pensar em todos os clientes, incluindo aqueles que podem ser alérgicos aos pêlos dos animais ou talvez se incomodar com a companhia dos bichinhos.

Bichinhos

Para isso, tudo deve ser bem estruturado com áreas específicas para os pets ficarem com seus donos e até áreas diferenciadas como espaços amplos para os donos brincarem com eles enquanto esperam pela sua comida.

Também, para muitos tutores pode ser um desafio sair com seu pet e fazer com que ele se comporte durante a refeição.

Mas isso é uma questão do próprio dono saber os limites do seu pet e onde e quando pode levá-lo.

Além do mais, ensinar o animal de estimação a ficar tranquilo na presença de outros  animais ou de muitas pessoas é uma tarefa desenvolvida na maioria das casas e que pode ser testada a qualquer momento.

Animal tranquilo

Como se diferenciar para os pets e seus donos

Vários restaurantes já estão mostrando diversas formas criativas de se destacar através da cultura pet-friendly.

Alguns exemplos são:

  • Ter comidinhas específicas para os pets

  • Espaços abertos e amplos que permitam brincadeiras e interação entre animais

  • Oferecer recipientes de água e biscoitinhos para os pets

Exemplos

Requisitos para o bom funcionamento

Como toda novidade e adaptação, é imprescindível pensar em alguns pontos específicos que evitem complicações para o público e para o restaurante pet-friendly:

  • Com a presença dos pets normalmente há muitos pêlos, por isso é importante reforçar a higiene do ambiente pedindo a todos que lavem suas mãos com maior frequência, principalmente após acariciarem os peludos.

  • Ter ambientes separados para quem quer levar seus pets e estar perto de outros e para quem deseja ficar mais afastado dos bichinhos.

  • Também é importante ficar de olho nas leis municipais que permitem ou proíbem a permanência de pets nos ambientes de alimentação.

Sinalize logo na entrada quando seu restaurante for pet-friendly para que todos saibam do seu diferencial.

Além disso, não se esqueça de divulgar em todas as plataformas específicas que os bichos são bem-vindos no seus estabelecimento.

Dessa forma você alcança um ótimo diferencial para o seu restaurante e segmenta seu público trazendo maior fidelização de quem frequenta o seu local.

Satisfação

Gostou das nossas dicas para se diferenciar com seu estabelecimento e ser mais aberto para diversos públicos? Descubra também outras formas de fidelizar os seus clientes no nosso texto “Cliente: Como Conquistá-lo” e tenha ainda mais sucesso.